Concurso TRT-18 2017 (GO) – Edital em Breve

Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região deverá ofertar 6 vagas imediatas mais a formação de cadastro reserva.

O Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, no estado de Goiás, também conhecido como TRT-18, disponibilizou informações sobre a autorização de seu mais recente concurso público, que visa ao preenchimento de seis vagas imediatas para candidatos de nível médio, técnico, superior. Os cargos são de técnico e analista judiciário. Além da ocupação imediata das vagas, haverá também criação de CR (cadastro reserva).

O último concurso foi realizado em 2013, com 10 vagas no total, também para os cargos de técnico e analista. Este concurso terá a validade expirada no final do ano, em novembro. O novo concurso, para 2017, já foi autorizado e o Edital será disponibilizado em breve.

As vagas foram disponibilizadas para candidatos que tenham concluído ensino médio ou curso técnico nos ramos de enfermagem (uma vaga) ou saúde bucal (4 vagas). Já os candidatos com nível superior devem ser formados, ou concluir o curso até data limite, que será especificada no edital, nas áreas de estatística (1 vaga), enfermagem (uma vaga), administração (cadastro reserva) e tecnologia da informação (cadastro reserva).

A remuneração inicial será de R$ 6.167,99 para os profissionais de nível médio/técnico e de R$ 10.119,93 para o cargo de analista (nível superior), além de todos os benefícios oferecidos pelo órgão.

No último concurso do TRT/GO a comissão organizadora responsável foi a Fundação Carlos Chagas. Esse ano os organizadores ainda não foram selecionados. No ano de 2013 o certame contou com prova objetiva de múltipla escolha. Foram 50 questões sobre conhecimentos gerais e conhecimentos específicos para nível médio. Já os candidatos de nível superior foram avaliados por meio de 60 questões de língua portuguesa e conhecimentos específicos. Além disso, todos os concorrentes realizaram um teste discursivo.

Leia também:  Concurso TCE-GO 2019 - Previsão e Preparativos

Para se inscrever o candidato deve antes se certificar de atender a todos os requisitos especificados para se apossar do cargo: possuir mais de 18 anos no momento da posse; ter a escolaridade exigida para o cargo escolhido; ter sido aprovado em todas as fases do concurso; ter em mãos todos os documentos comprobatórios necessários, como certificados; estar em dia com as obrigações militares (no caso de candidatos do sexo masculino) e eleitorais.

A Secretaria de Orçamento e Finanças do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás afirmou que os custos necessários para a realização do certame já estão incluídos no programa de orçamentos para 2017.

Por Fábio Santos

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *