Concurso TRT-BA 2017 – Seleção Aguarda Votação no Senado

Categorias: Bahia - Concursos 2017 - Concursos públicos - TRT

Certame deverá ofertar vagas para Analista Judiciário.

Um concurso público é sempre visto como uma boa oportunidade de se conseguir um bom emprego. Nesse sentido, sempre que a realização de um concurso é anunciada, os interessados já começam a se preparar para as provas. Dessa forma aconteceu com os interessados do Concurso Público do Tribunal Regional do Trabalho de 5ª Região, que possui sua sede na cidade de Salvador, capital do estado da Bahia, desde a seu anúncio há um ano. Contudo o concurso ainda não aconteceu.



Na realidade, no dia 1º do mês de março, última quarta-feira, o projeto do concurso público do TRT de Salvador completa um ano de espera por votação no Senado Federal.

O projeto de lei que completou seu primeiro aniversário prevê a disponibilidade de 49 postos de trabalho, sendo todas as vagas para a função de Analista Judiciário com especialidade em TI, Tecnologia da Informação, no Tribunal Regional do Trabalho do município de Salvador.

A previsão era de que deliberação ocorresse no dia 29 do mês de fevereiro de 2016, contudo, os senadores não deliberaram sobre e não existe nem uma resposta até o momento.



Segundo informações, poderiam concorrer a esse cargo pessoas com formação superior na área de informática. O salário inicial de um analista judiciário de TI atualmente está em torno de R$8.803,97.

A realização desse concurso é para responder a uma real necessidade que o TRT da Bahia possui em seu quadro de servidores, atendendo a uma resolução que pertence ao Conselho Nacional de Justiça que estipula uma estrutura funcional de forma que os servidores terceirizados sejam substituídos por servidores que sejam efetivos nas áreas de TI, que hoje são consideradas áreas estratégicas, determinando assim o número de profissionais que cada Tribunal deve possuir.

Segundo essa norma, esse setor que abrange a gestão de TI deve ter no mínimo 120 profissionais para atendimento de um número de usuários que vai de 3.000 a 5.000. Contudo, os números atuais apontam a existência de 71 servidores efetivos que realizam atendimento a 2.700 usuários, o que atesta a necessidade da realização desse concurso.

Se o projeto for aprovado no Senado, ele segue para que o presidente da República o sancione.

Dessa forma, resta aos interessados continuar aguardando.

Sirlene Montes



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *