Novo Concurso Polícia Federal 2021 – Previsão de Edital

Categorias: 2021 - Concursos 2021 - Concursos públicos - Polícia Federal

Seleção irá ofertar 1.500 vagas para os cargos de Escrivão, Delegado, Papiloscopista e Agente.

Um novo concurso público está próximo de ter o edital publicado. São mais de mil vagas a ser disponibilizadas. Assim, foi anunciada a autorização para o certame que proverá cargos na Polícia Federal, ou PF. A meta deste próximo concurso público está em preencher em torno de 1.500 postos efetivos. De acordo com a nova Portaria nº 14.358, a qual trata da questão, publicada na mais recente edição do Diário Oficial da União no dia 11 deste mês de dezembro de 2020. A instituição tem um prazo de, no máximo, seis meses para publicar, definitivamente, o edital de abertura do certame.



Sobre a distribuição dos postos, em cargos, segue a relação:

A – São 23 postos para a função de delegado;

B – São 400 postos para a função de escrivão;

C – São 84 postos para a função de papiloscopista;



D – São 893 oportunidades para a função de agente.

De acordo com o histórico do processo de seleção para cargos na Polícia Federal, realizado no ano de 2018, estavam disponíveis em torno de 500 postos para concorrentes que apresentassem certificado de graduação superior. Puderam participar cidadãos do sexo masculino e feminino. As remunerações iniciais anunciadas, na ocasião, estavam entre 11.983 e 22.672 reais. Todos os cargos que foram e continuam sendo preenchidos constituem os mesmos que serão providos no próximo concurso, embora o cargo na função de perito criminal esteja previsto para o novo processo seletivo, cujo edital será publicado em breve.

Sobre os valores das taxas de inscrição, seguem as informações:

Serão cobradas duas taxas de inscrição, conforme o cargo pretendido, sendo estipulada no valor de 180 reais para as carreiras de agente, de escrivão e na carreira de papiloscopista. No valor de 250 reais para a carreira de perito criminal e na de delegado. Estes valores são acessíveis para os futuros candidatos, já que se trata de cargos para cidadãos com formação em curso superior ou cursos técnicos.

No certame anterior a banca organizadora ficou por conta da instituição Cespe (UnB). Portanto, conforme o critério de seleção de serviços, muito provavelmente a banca organizadora do próximo processo de seleção da Polícia Federal será o a mesma instituição.

Sobre a estrutura das provas, conforme o padrão do certame anterior:

Todos os futuros concorrentes, provavelmente, deverão encarar um caderno de prova objetiva contendo em torno de 120 questões objetivas; além da resolução de uma prova discursiva (redação). A fase seguinte do teste, conforme o concurso anterior, incluiu o processo de exame de aferição da aptidão física; em seguida foi realizada a prova oral (neste caso, voltada somente aos candidatos concorrentes ao cargo de delegado); a prova prática na área de digitação (neste caso, somente para os concorrentes a cargo na função de escrivão); a fase final inclui as necessárias avaliações: médica e psicológica; a análise sobre os títulos (neste caso, somente para os concorrentes na carreira de delegados e de perito).

Sobre a tramitação do edital do próximo concurso:

No início do mês de outubro deste ano de 2020, os gestores da Polícia Federal foram agraciados com a notícia da autorização que permite a nomeação de mais 15 candidatos, os quais haviam sido aprovados no anterior processo seletivo, em 2018, e que serão encaminhados para carreiras em perito criminal federal. Esta era a situação: embora estivessem devidamente aprovados na seleção, os mesmos não haviam sido classificados, conforme o direito deles, dentro daquele quantitativo de postos originalmente previsto no certame. Portanto, o processo voltou a funcionar normalmente.

Paulo Henrique dos Santos



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *