Previsão do Novo Concurso da Polícia Civil MG 2021

Categorias: 2021 - Concursos 2021 - Concursos públicos - Minas Gerais - Polícia Civil

Seleção deve contar com mais de 1,5 mil vagas nas áreas administrativa e policial.



A Polícia Civil do Estado de Minas Gerais está empenhada em promover um novo concurso público. Quer saber mais sobre o certame? Então não deixe de conferir as informações abaixo.

De acordo com a Polícia Civil MG, para que o concurso aconteça é necessário que seja realizado um estudo técnico e, a partir de então, o governador Romeu Zema poderá fazer a liberação que autoriza o processo seletivo. O novo concurso visa preencher vagas para as áreas tanto administrativa quanto policial.

Segundo as informações obtidas através da assessoria de imprensa, o processo de seleção da PC MG poderá oferecer cerca de aproximadamente 1.500 vagas de emprego. Sabe-se ainda que o número de postos foi determinado pela corporação, que após realizar uma análise, percebeu um grande desfalque no grupo de funcionários públicos. Cabe ressaltar que o número de vagas definidos obedece à Lei de Responsabilidade Fiscal.

Quer saber mais sobre a distribuição das oportunidades? Então confira as próximas informações.

Como já foi mencionado anteriormente, o concurso visa beneficiar a área policial e também a área administrativa. Tendo isso em vista, segue em ordem crescente as maiores quantidades de vagas na área policial: investigador, escrivão, delegado, médico legista e perito. Já na área administrativa, acredita-se que as vagas serão majoritariamente destinadas as funções de técnico assistente e as demais para analisa, em uma quantidade menor.



Para participar do Concurso da Polícia Civil de MG é preciso estar por dentro de algumas atribuições exigidas pelos cargos. Para área do técnico administrativo, as atribuições são as seguintes: fazer atendimento ao público ao prestar informações, ajudar e apoiar nas atividades realizadas de educação e saúde, fazer tarefas que dão apoio logístico, administrativo e técnico.

Além disso, esse profissional fica responsável por conduzir veículos, coletar dados biográficos e impressões digitais para a identificação civil. Realizar a vistoria e coletar dados para realizar o registro e também licenciar o automóvel e também para tornar possível a habilitação do condutor. Observar se esses registros são compatíveis com o nível de escolaridade.

A área de analista algumas das tarefas desse profissional exige que se execute atividades administrativas, contábeis, jurídicas, no âmbito das estatísticas, em tecnologia, além de inúmeras outras funções.

O perito desempenha o papel de fazer laudos periciais. Para isso, quando é requisitado pelo Delegado de Polícia, é preciso que ele visite os locais onde os crimes aconteceram, além de visitar desastres. Vale ressaltar que os objetos também devem ser periciados. Durante a investigação, o perito segue pistas e colhe elementos que podem se relacionar à materialidade. Com base nisso, ele emite um laudo que é utilizado para apreciação em um Inquérito Policial. Porém, suas atividades não se restringem somente a isso, podendo apresentar outras funções.

Já o médico legista irá realizar exames periciais tanto em pessoas vivas quanto em pessoas mortas. O objetivo é buscar o porquê e a causa, seja da morte ou da lesão. Além dessas atribuições, ele pode assumir outros papeis dentro da instituição.

O último concurso da Polícia Civil de Minas Gerais aconteceu em 2013. Embora muitas vagas tenham sido ofertadas, a relação candidatos por vaga foi exorbitante. Por isso, se o leitor deseja participar do certame, é bom ir se preparando desde já, mesmo que o concurso ainda não tenha sido publicado no Diário Oficial. Esses processos seletivos são sempre muito concorridos, já que é uma forma de inúmeras pessoas que têm escolaridade, mas que estão desempregadas ou desejam mudar de profissão e ter a oportunidade de garantir, mesmo que por um tempo determinado, um trabalho que garanta boas condições de vida ao trabalhador e sua família.

Vale destacar a importância de se realizar um concurso público em um período em que a pandemia interferiu diretamente na economia, deixando milhares de brasileiros desempregados ou trabalhando informalmente.

Ana Paula



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *